Conhecendo o sistema digestivo para a produção da melhor ração para peixes

Para saber qual a melhor ração, é importante conhecer o sistema digestivo dos peixes

Alimentação de peixes

Para quem investe na piscicultura, é importante saber qual o melhor alimento para o seu peixe, dado que o investimento em rações é alto e é a ração que determina a melhor saúde e o bom desenvolvimento do peixe. Para chegar à melhor ração, é preciso um estudo aprofundado da anatomia do peixe, para entender suas reais necessidades e poder concentrá-las na ração. Conheça alguns órgãos do sistema digestivo:


Cecos pilóricos


Os cecos pilóricos estão localizados antes do intestino médio dos peixes. São compostos por várias dobras e sulcos, que são responsáveis por aumentar a superfície de contato, ocasionando numa melhor absorção de nutrientes, atuando também na secreção de muco. A quantidade e o tamanho desses cecos variam de espécie para espécie.


Intestino


Iniciada no estômago, a digestão de proteínas se completa no intestino, onde também ocorre a digestão final de lipídeos e carboidratos. No intestino as proteínas, águas e íons também são absorvidos. O hábito alimentar e as características do alimento que os peixes ingerem que definirão o comprimento do intestino. Por exemplo, em espécies carnívoras, o intestino é curto, apresentando um número maior de pregas na mucosa intestinal, que potencializam a eficiência da absorção de nutrientes digeridos.


Pâncreas


Os peixes possuem um pâncreas exócrino, que secreta uma secreção alcalina e também de enzimas digestivas (tripsina, quimiotripsina, carboxipolipeptidases, preoteases, amilases e lipases) e um endócrino, que secreta hormônios como a insulina e glucagon. É um órgão difuso e pode estar difundido nos cecos pilóricos em algumas espécies.


Vesícula Biliar


Armazena e secreta a bile quando o alimento chega ao intestino. Essa secreção apresenta sais biliares, que têm a função de emulsificar lipídeos, auxiliando na digestão e absorção dos lipídeos e das vitaminas lipossolúveis.


Microbiota Intestinal


É composta por microrganismos, em sua maioria bactérias e algumas leveduras. Agem diretamente na nutrição e saúde intestinal. É benéfica e auxilia no processo de digestão e absorção de nutrientes, na manutenção da mucosa intestinal, protegendo, ainda, o trato gestrointestinal da colonização de microrganismos patogênicos.




Conheça nosso Livro Nutrição e Alimentação de Peixes de Água Doce, da Área Criação de Peixes.


Fonte: NutriCon – nutricon.ind.br/blog/


por Renato Rodrigues

Livros Relacionados

Nutrição e Alimentação de Peixes de Água Doce

Livro

Nutrição e Alimentação de Peixes de Água Doce

R$ 53,00 à vista ou em até 12x de R$ 4,42 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade