Pupunha é renda garantida

Cultivo e comercialização de pupunha está crescendo em nosso país

Pupunha

O cultivo de pupunha é uma atividade forte em nosso país. Isso porque somos o maior produtor e consumidor de pupunha do mundo, com a exploração baseada em espécies nativas, como o Palmiteiro-Juçara. A pupunha se destaca entre os outros cultivares por possuir cultivo perene, perfilhamento abundante e por apresentar período de corte mais precoce.

Francisco Paulo Chaimsohn, autor do Livro AFE Cultivo de Pupunha e Produção de Palmito, ressalta que, para que o cultivo seja de sucesso, é preciso estar atento a todas as etapas e condições necessárias para favorecer o crescimento e desenvolvimento da pupunha, como adubação, clima e solo.

Outra característica dessa variedade é a lenta oxidação, o que permite a comercialização da pupunha in natura. Essa comercialização, difundida e consolidada, pode se tornar uma importante fonte de renda para os agricultores, uma vez que não exige muitos investimentos e o mercado é receptivo para esse produto.

Mudança para o mercado consumidor

A pupunha possui características diferentes em relação às outras espécies, o que pode provocar uma mudança no consumo desse produto: a forma já conhecida, do produto in conserva, poderá ser trocada pela forma in natura. Porém, alguns dos desafios dessa nova proposta de mercado são o de incentivar esse consumo, que ainda é desconhecido e o de incentivar também a produção, que ainda é limitada.

Dados do mercado

De acordo com o Ministério da Indústria e Comércio Exterior, nosso país já exportou mais de 5 toneladas de pupunha. Essas exportações já alcançaram US$40 milhões, mas hoje estão em torno dos US$7 milhões. Ainda que sejamos responsáveis por 85% da exportação, não dominamos o mercado por falta de competência do setor, que é desorganizado, e também da qualidade do produto.

Local de produção

Estima-se que em nosso país haja áreas de 20 mil hectares destinadas ao cultivo dessa planta, com São Paulo e Bahia liderando o cultivo, possuindo mais de 5 mil hectares cada um desses estados. Também se cultiva pupunha em regiões litorâneas de Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo e Rio de janeiro e em regiões com sistemas de plantio irrigado, como no Mato Grosso, Rondônia e Goiás.

Mercado interno

A agricultura familiar tem boa participação no mercado interno de pupunha. Os dados mostram um crescimento no consumo interno de mais de 20%, com expectativas de índices ainda maiores. Entre 2009 e 2011, o consumo de pupunha nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo cresceram 480%, de acordo com dados da Embrapa Florestas.

Indústria

Como mencionado, atualmente a indústria concentra-se na comercialização do palmito em salmoura. Porém, a comercialização in natura, sem tratamentos térmicos é possível e possui potencial crescimento no mercado consumidor.


Conheça nossos Livros da Área Agricultura:

Cultivo de Pupunha e Produção de Palmito
Cultivo do Palmiteiro-Juçara

Fonte: Portal do Agronegócio – portaldoagronegocio.com.br
por Renato Rodrigues

Livros Relacionados

Cultivo de Pupunha e Produção de Palmito

Livro

Cultivo de Pupunha e Produção de Palmito

R$ 36,00 à vista ou em até 12x de R$ 3,00 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade