Por que fazer o tutoramento do tomateiro?

O tutoramento do tomateiro é uma técnica utilizada para conduzir a planta, que desenvolve múltiplas hastes secundárias, com várias inflorescências

Por que fazer o tutoramento do tomateiro?

“O tomate (Lycopersicon esculentum) é uma solanácea, tal qual a berinjela e o pimentão. Quando manejado em condições climáticas e de solo favoráveis ao cultivo, ele se torna altamente produtivo. Além disso, é preciso considerar a ramificação potente e múltipla do tomateiro, que requer um bom tutoramento”, explicam Paulo Cezar Rezende Fontes e Derly José Henriques da Silva, engenheiros agrônomos e autores do Livro AFE Produção de Tomate de Mesa.

Conheça a estrutura do tomateiro


De sua haste principal, mais precisamente dos internódios, emergem hastes florais de onde surgem os tomates. O tutoramento do tomateiro é uma técnica utilizada para conduzir a planta, que desenvolve múltiplas hastes secundárias, com várias inflorescências, de onde os frutos emergem. Como seu crescimento vegetativo pode se estender indeterminadamente, essa condução se torna necessária.

As inflorescências do tomateiro apresentam quantidades distintas (conforme a cultivar) e podem ser constituídas entre 6 e 15 flores (até mais). Delas nascem frutos carnudos e suculentos os quais chamamos tomates. São vários os tamanhos e os formatos de tomate, desde os pequeninos tomates-cereja até os tomates maiores arredondados ou ovais. Dependendo da variedade, o tomate pode alcançar até 500 gramas.

Quanto ao sistema radicular do tomateiro, enquanto a raiz principal é curta (até 0,5 metro), as secundárias podem chegar a 1,5 metros em circunferência lateral. Estas são muito vigorosas e se ramificam multiplamente. Na verdade, até mesmo o colo do tomateiro pode enraizar facilmente. Por essa razão, é importante proceder ao tutoramento dessa incrível e magnífica solanácea.

Importância do fitilho no tutoramento


O tutoramento do tomateiro aumenta a produtividade e melhora a qualidade dos tomates. Sem falar que reduz a mão de obra com tratos culturais, além de favorecer a ventilação entre um tomateiro e outro. Na técnica, utilizam-se fitilhos, estrutura de suma importância para a boa condução da planta. Trata-se de fios de arame, que se estendem verticalmente, para dar suporte às plantas conforme se desenvolvem.

Principais vantagens do tutoramento


Sem essa técnica, o tomateiro não se tornaria tão produtivo nem formaria frutos saudáveis, viçosos e bonitos. Na verdade, são inúmeras as vantagens do tutoramento do tomate. Além de garantir a sanidade e a qualidade dos frutos, por não entrarem em contato com o solo, ele permite ao tomateiro formar uma floração mais regular. Sem falar que a colheita dos frutos é facilitada.

Conheça os Livros AFE da Área Agricultura.

Leia o artigo "O cultivo de tomate no Brasil – Custos."

Fonte: cpt.com.br

Por Andréa Oliveira.

Livros Relacionados

Conhecimentos Práticos sobre Clima e Irrigação

Livro

Conhecimentos Práticos sobre Clima e Irrigação

R$ 65,00 à vista ou em até 12x de R$ 5,42 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Produção de Tomate de Mesa

Livro

Produção de Tomate de Mesa

R$ 42,00 à vista ou em até 12x de R$ 3,50 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade