Crescimento do setor leiteiro no Brasil

Saiba mais sobre as mudanças no ritmo de crescimento da produção leiteira do país

Inovações tecnológicas permitiram aumento da produtividade leiteira.

O crescimento da pecuária leiteira no Brasil sofreu grandes alterações nas últimas três décadas. Nos anos 70, esse crescimento era explicado pelo aumento do número de vacas. Já nos anos 80, os ganhos de produtividade e o aumento do número de espécies ordenhadas explicavam, em igual importância, o crescimento da produção. Entretanto, nos anos 90, o fator mais importante para o crescimento da produção foi o aumento da produtividade.

O crescentes índices dos anos 90, mais de 5% ao ano, refletem as mudanças estruturais verificadas nos sistemas de produção. Maior abertura comercial, desregulamentação do mercado de leite, queda da inflação, maior interação da cadeia produtiva com coleta a granel e o espaço conquistado pelo leite longa vida foram fatores que contribuíram para as mudanças estruturais verificadas.

Aliada a essas variáveis econômicas, não se pode deixar de reconhecer o importante papel da pesquisa agrícola, cujas inovações tecnológicas permitiram aumentos de produtividade. O professor Sebastião Teixeira Gomes  comenta sobre as mudanças nas fontes de crescimento da produção, que contribuíram para alterar participações relativas dos diversos grupos de produtores na produção total (GOMES 2000).

Outro importante fator para aumento na produção brasileira de leite é o aumento do consumo do produto fluido no país. A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) estima que o Brasil terá um consumo de 155 kg por habitante por ano em 2010. Analisando o consumo de leite fluido, leite em pó integral e desnatado o consumo em 2000 foi de pouco mais de 70 kg por pessoa ao ano, frente aos 60 kg em 2008.

No Brasil, cresce a venda de produtos derivados do leite.

Esses dados mostram que o consumo do leite fluido não está aumentando. Cresce a venda de derivados como manteiga, iogurtes, queijos e outros. Entretanto, existe uma carência nacional muito grande em programas de incentivo ao consumo diário de leite fluido, pois esse vem sendo substituído por sucos e refrigerantes, preferências entre populações mais jovens.

 


*Texto extraído e adaptado do livro Pecuária de Leite – Custos de Produção e Análise Econômica, de autoria do zootecnistas Adilson de Paula Almeida Aguiar e Juliano Ricardo Resende. Obra editada pela Aprenda Fácil Editora.

 

 

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade