Especial Turismo: Cuiabá - Cidade Verde

Arborização e calor no coração do centro oeste do país

 

Rio Cuiabá, divisa entre Cuiabá e Várzea Grande.

 

Cidade relativamente nova se a comparar a outras capitais do Brasil. Sua história começou com a chegada de bandeirantes paulistas, por volta de 1670. Foi fundado, nessa época, o primeiro povoado na região. Porém, o local ficou abandonado por muitos anos, só voltando a ser habitado por garimpeiros.

 

Em 1719 foi assinada uma ata publicando a fundação de Cuiabá. A partir disso a imigração se intensificou para o local, porém a maioria das pessoas que foi para a região estava em busca de ouro. Em 1818 Cuiabá tornou-se capital da província do Mato Grosso, que abrangia não somente área do atual estado, mas o Mato Grosso do Sul também.

 

Poucas pessoas realmente habitavam o local, cerca de 12 mil habitantes. Uma epidemia de varíola, trazida por soldados que guerrearam na Guerra do Paraguai, dizimou metade dos moradores da região, diminuindo ainda mais a população do Mato Grosso.

 

Mesmo com Cuiabá tornando-se a capital do estado, o desenvolvimento só chegou à região entre as décadas de 70 e 80. Entretanto, mesmo com a explosão demográfica, o estado continuou precário, sem infraestruturas básicas para a vivência. A partir dessa época foi possível ver a potencialidade que a região teria na área do agronegócio. Com o início do agronegócio, o estado começou seu real crescimento melhorando em várias áreas, como na indústria e na infraestrutura.


 

Campo Novo do Parecis, próximo à capital.

 

O potencial turístico da região pode ser em virtude da rica hidrografia e pela proximidade a duas regiões de grande diversidade da flora e da fauna brasileira, a floresta amazônica e o pantanal. Além desses dois ecossistemas, o mais predominante da região é o cerrado, que possui baixa fertilidade natural, devido a pouca disponibilidade orgânica.

 

O calor é a característica principal da cidade, imortalizado nos versos de uma música da banda mineira Skank, em que diz “É como não sentir calor em Cuiabá”. Durante o inverno, é possível ver temperaturas medianas em torno de 25?°C, decaindo somente quando ocorrem frentes frias. No verão, a temperatura pode chegar aos 42°C, caracterizando uma das maiores temperaturas do país.

 

A parte histórica da cidade foi relativamente destruída, principalmente pela área de construção civil, que derrubou vários prédios que deveriam ser patrimônio histórico para dar lugar a prédios mais modernos e novos. Porém, muita coisa ainda foi preservada. Muitas ruas que foram preservadas, como a Rua do meio, a Rua de baixo e a Rua do candieiro, guardam grande parte da história da cidade.

 

Entre os locais mais visitados pelos turistas, podem ser citados: Centro Geodésico da América do Sul; Arsenal de Guerra; Catedral Metropolitana; Igreja do Bom Despacho, entre outros. Contudo, a grande atração da cidade, assim como do estado, é o ecoturismo. Além da pesca, muitas pessoas são atraídas para o Mato Grosso em busca de contato com a natureza. Esportes radicais, como Rapel, escaladas, raftings, ente outros, podem ser feitos nas dezenas de cachoeiras próximas à Cuiabá.

 

 

 

Por: Raquel Torres C. Bressan

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade