A importância dos minerais para os bovinos

A quantidade ideal de minerais a ser suplementada na dieta dos bovinos depende de inúmeros fatores

A importância dos minerais para os bovinos

Tanto os macro como os microminerais são muito importantes para o metabolismo dos bovinos de corte e de leite. No grupo dos macrominerais, temos: sódio, fósforo, cálcio, magnésio, potássio, cloro e enxofre. Já no dos microminerais, destacamos: ferro, manganês, iodo, zinco, cobre, selênio, cobalto e molibdênio.

Entretanto, “a quantidade ideal de minerais a ser suplementada na dieta dos bovinos depende de inúmeros fatores, como idade, raça, nível de produção, entre outros”, afirmam Fernando Iván Londoño Hernández, Antônio Bento Mâncio e Aloízio Soares Ferreira, autores do Livro Suplementação Mineral para Gado de Corte - Novas Estratégias da Aprenda Fácil Editora.

MACROMINERAIS

Cálcio


O cálcio auxilia na formação dos ossos e na coagulação do sangue. No caso de vacas em lactação, o cálcio deve ser o dobro do que é exigido a bovinos não lactantes. Já para vacas gestantes, a quantidade de cálcio deve ser maior, principalmente, nas últimas semanas de lactação, auge da calcificação dos ossos do feto.

Magnésio e potássio


O magnésio é absorvido facilmente pelo rúmen do bovino. Entretanto, se o pH do rúmen estiver acima de 6.5, o potencial de absorção é reduzido. E a causa pode ser a “tetania das pastagens”. Em relação ao potássio, sua ministração não apresenta problemas, pois ocorre de forma equilibrada na dieta.

Fósforo


O fósforo apresenta inúmeros benefícios ao organismo dos bovinos. Entretanto, deve ser ministrado na medida certa, pois é um dos macronutrientes mais caros. Quando o bovino apresenta deficiência em fósforo, seu desempenho reprodutivo é afetado. Em alguns casos, o déficit desse mineral pode causar infertilidade.

Sódio e Cloro


O NaCL (cloreto de sódio) adicionado à dieta dos bovinos supre as necessidades do animal. Entretanto, é preciso cautela ao ministrar esse mineral no verão. Nessa época do ano, se a porcentagem de NaCl for aumentada, pode haver estresse térmico no animal. Já p aumento de cloro da dieta pode resultar em queda na ingestão de matéria seca pelo bovino.
Enxofre

As vitaminas do complexo B, como biotina e tiamina, são constituídas de enxofre. Como ambas não podem ser sintetizados pelas células dos bovinos, devem ser adicionadas à dieta, como suplementos, para serem absorvidas no rúmen.

MICROMINERAIS

Selênio, zinco e cobre


Os microminerais selênio, zinco e cobre devem ser ministrados acima do requerido, para serem adequadamente sintetizados pelo organismo do bovino. Esses minerais são muito importantes, pois reduzem as células somáticas, auxiliam a produção de queratina nos tetos da vaca e fortalecem o casco dos bovinos.

Cobalto


A vitamina B12 é constituída de cobalto. Quando o cobalto é adicionado à dieta, os microrganismos presentes no rúmen sintetizam facilmente essa vitamina. Quando deficiente, o cobalto causa degeneração no fígado, problemas imunológicos e no crescimento, além de perda de peso.

Conheça os Livros da Aprenda Fácil Editora da Área Alimentação Animal.

Leia o artigo "Importância da mineralização de bovinos".

Fonte: rehagro.com.br

Por Andréa Oliveira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade