Tipos de solo para formação de jardins

Saiba mais sobre a classificação dos solos conforme a proporção de areia, limo e argila que contêm

Solos arenosos não são macios ao toque e possuem difícil manejo.

Os solos podem ser classificados conforme a proporção de areia, de limo (silte) e de argila que contêm. A classificação baseia-se na textura, tomando-se por base o tamanho das partículas minerais presentes no solo. Na prática, é possível determinar a textura pegando-se uma amostra de solo úmido na mão, tentando moldá-la e procurando sentir nas pontas dos dedos se ele é áspero ou macio ao toque.

Solos arenosos, não macios ao toque, são formados basicamente por partículas de areia, com teor de argila menor que 15%. Esse solo é de difícil manejo, sendo bastante susceptível à erosão em áreas de declividade. Apresenta drenagem excessiva, o que favorece infiltração rápida da água e, consequentemente, perdas de nutrientes por lixiviação.

Para minimizar as perdas de água e nutrientes em solos arenosos, é recomendada aplicação parcelada de adubos e irrigações leves e periódicas durante o ciclo da planta. Em especial durante a fase de fixação das mudas para repor a água facilmente perdida pela drenagem rápida no solo.

Solos argilosos apresentam maiores níveis de fertilidade e boa capacidade de retenção de água.

Por sua vez, solos argilosos apresentam teor de argila entre 35 a 60%. São menos susceptíveis à erosão pela formação de agregados estáveis. Em geral, apresentam melhores características do que os solos arenosos, tais como melhor nível de fertilidade e boa capacidade de retenção de água.

“Entretanto, solos argilosos são pesados para trabalhar quando o teor de umidade é elevado, e aderem-se facilmente às máquinas e ferramentas utilizadas para o preparo do solo. Neste caso, evite seu preparo em tais condições, para não causar compactações, ou seja, o endurecimento sub-superficial do solo quando seco”, afirma o engenheiro florestal Alcides Gatto.

Em seu livro Formação de Paisagem, editado pela Aprenda Fácil Editora, Alcides ainda traz uma análise dos solos considerados de textura média. Segundo o autor, o teor de argila encontrado nesse solo situa-se entre 15 a 35%. Existe um relativo equilíbrio entre as frações de areia e argila na sua composição. A maioria das plantas se desenvolvem bem nesse tipo de solo, por isso é o mais indicado para jardins

Muitas vezes, o solo em que se pretende implantar um jardim não apresenta características de texturas adequadas. Assim, quando há recursos financeiros e matérias disponíveis, torna-se importante modificar a textura original. Porém, independente da textura, é sempre recomendada a aplicação de uma ou mais fontes de adubo orgânico, para melhorar a estrutura do solo.

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade