Dicas para realizar a polinização artificial controlada do coqueiro anão

Essa polinização diz respeito à seleção de matrizes anãs que receberão o pólen extraído de matrizes gigantes

Coqueiro anão

O cultivo de coqueiro anão no país expandiu-se para além das regiões litorâneas, conquistando também regiões que até então não forneciam as condições ideias para o seu cultivo. Isso ocorreu devido ao aprimoramento de técnicas e desenvolvimento de novas, o que garantiu ao sucesso do cultivo.

O autor do Livro AFE Cultivo de Coco Anão, Luiz Angelo Mirisola Filho, explica que o coqueiro anão possui menor rusticidade em comparação com o Gigante, exigindo maiores cuidados em sua implantação, manejo e colheita a fim de obter frutos de boa qualidade para a comercialização.

Por ser uma cultura recente em várias regiões do país, os produtores possuem muitas dúvidas como: técnicas de plantio; condução da cultura; adubação; identificação e combate de pragas e doenças e estimativa da produção. Nesse artigo, responderemos à seguinte pergunta:

Como realizar a polinização artificial controlada do coqueiro anão?


Essa polinização diz respeito à seleção de matrizes anãs que sejam dotadas de inflorescências prontas para abrir, preparando-as para receber o pólen extraído de matrizes gigantes. Para isso, deve-se abrir as espatas, limpá-las e, no pedúnculo, enrolar algodão e uma fita de saco de aniagem.

A emasculação da planta também é necessária, isto é, retirar as espiguetas que contêm as flores masculinas. Para proteger as partes das inflorescências que foram cortadas, recomenda-se borrifar álcool e inseticidas.

Depois, na inflorescência emasculada, veste-se uma sacola de lona com uma parte transparente. A parte inferior deverá ser amarrada exatamente sobre o algodão e a fita de saco de aniagem. Passado o prazo de 15 dias, deve-se aplicar pólen extraído de matrizes gigantes nas inflorescências. Para isso, você deverá utilizar uma bombinha própria. Mas, atenção! Para realizar as aplicações, não retire as sacolas de lona: abra a parte transparente da sacola.

Após a aplicação, lacre a abertura com fita adesiva. Três dias após essa aplicação, refaça o processo para reforço. De 20 a 30 dias depois, deve-se retirar as sacolas. Boa parte das flores femininas deverá estar fecundada. Por fim, basta acompanhar corretamente as plantas e os frutos.

Os cuidados necessários são: retirada do excesso de frutos por cacho (o ideal é de 15 a 20 frutos por cacho), irrigações, adubações, controle de pragas e doenças e controle do mato. Todos esses cuidados deverão ser feitos da mesma forma adotada para as matrizes que são anãs.

 


Conheça nossos Livros da Área Fruticultura:

Cultivo de Coco Anão
Planejamento e Implantação de Pomar

Fonte: Cursos a Distância CPT – cpt.com.br
por Renato Rodrigues

Livros Relacionados

Planejamento e Implantação de Pomar

Livro

Planejamento e Implantação de Pomar

R$ 46,00 à vista ou em até 12x de R$ 3,83 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Cultivo de Coco Anão

Livro

Cultivo de Coco Anão

30% DE DESCONTO
De R$ 55,00 por R$ 38,50 à vista ou em até 12x de R$ 3,21 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade