Dicas imperdíveis para o cultivo de bromélias

As bromélias devem ser regadas regularmente, mas cuidado com o encharcamento das raízes

Dicas imperdíveis para o cultivo de bromélias

“As bromélias são flores exuberantes, rústicas, frondosas, exóticas, bonitas e bastante resistentes, ideais para as pessoas que gostam de cultivar plantas ornamentais e flores. Entretanto, é fundamental saber cuidar das bromélias, para que elas se desenvolvam viçosas, belas e saudáveis”, afirma Cláudio Coelho de Paula, autor do Livro Cultivo de Bromélias da Aprenda Fácil Editora.


Sobre os defensivos

As folhas das bromélias absorvem muito bem nutrientes por meio da adubação foliar. Em contrapartida, os defensivos absorvidos pelas folhas causam sérios males à planta. Portanto, não devem ser utilizados. Até mesmo a calda bordalesa deve ser evitada, pois é extremamente tóxica. Para o controle de pragas (pulgões, lagartas e lesmas), o mais recomendado é proceder à catação manual. Somente se não houver jeito é que os defensivos podem ser utilizados nas bromélias.


Desenvolvimento da muda

Quando a bromélia emitir uma nova muda, é preciso muito cuidado. Ela deve ter de um terço à metade do tamanho da planta-mãe antes de ser transplantada. Essa recomendação garante o bom desenvolvimento da muda, pois ela cresce, junto à mãe, com mais vigor e rapidez. Por outro lado, não deixe a muda da bromélia crescer muito. Caso contrário, ela pode se desenvolver torta, o que dificulta a sua correção posterior.


Quantia de água

As bromélias devem ser regadas regularmente, mas evite o encharcamento das raízes. Nas regas, lembre-se de molhar o centro da flor, mais precisamente a roseta central. Na natureza, as bromélias acumulam água nessa parte, para ajudar na decomposição de sujidades e insetos que se alojam em seu interior. O processo funciona como uma adubação foliar orgânica, no qual os detritos decompostos servem de alimento à bromélia.


Substrato ideal

Para a maior parte das bromélias, as raízes servem de sustentáculo. Por esse motivo, elas não são exigentes quanto ao substrato. Normalmente, a mistura de esfagno ou fibra de coco com areia e terra vegetal já cumpre muito bem o seu papel. O substrato deve ser drenável, ao mesmo tempo em que retém água, sem encharcar as raízes da bromélia. Na verdade, ele deve apenas manter a umidade da planta.


Reação após floração

Após a floração, há uma reação da bromélia bastante comum a muitas espécies. Trata-se do fenecimento pós-floração. Portanto, se a planta apresentar folhas amareladas como se tivesse prestes a morrer, não a jogue fora. Logo novos brotos surgirão da planta-mãe e sua bromélia novamente estará bela e viçosa. Mas é preciso que você continue a se dedicar à planta até que ela passe por esse estágio natural.


Conheça os Livros da Aprenda Fácil Editora da Área Floricultura.

Leia o artigo "As Bromélias São Inocentes".

Fonte: jardineiro.net

Por Andréa Oliveira.

Livros Relacionados

Produção Comercial de Rosas

Livro

Produção Comercial de Rosas

R$ 61,00 à vista ou em até 12x de R$ 5,08 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Cultivo de Bromélias

Livro

Cultivo de Bromélias

R$ 35,00 à vista ou em até 12x de R$ 2,92 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Crisântemos

Livro

Crisântemos

R$ 41,00 à vista ou em até 12x de R$ 3,42 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2018. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade