Mato Grosso do Sul: líder em exportações de filé de tilápia

Nos últimos anos, os produtores de tilápia têm investido em tecnologia e profissionalização do setor, o que tem aumentado as exportações

Mato Grosso do Sul: líder em exportações de filé de tilápia

“Os produtores de tilápia têm investido em tecnologia e profissionalização do setor para melhorar a qualidade e produtividade dessa espécie de peixe. Como resultado, o produto tem obtido destaque não apenas no mercado interno como também no externo, com aumento nas exportações de filé de tilápia”, afirma Augusto César Soares dos Santos, autor do Conheça o Livro AFE Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede.

Segundo dados da Secex - Secretaria de Comércio Exterior (Ministério de Economia), nos últimos três anos, as exportações de carne de tilápia do Mato Grosso do Sul aumentaram 236,27%. Com isso, os mato-grossenses se tornaram os maiores exportadores do produto - 95,26% do total exportado pelo país. No ano passado, foram exportadas 771,75 toneladas de carne de tilápia, com faturamento de US$ 4,466 milhões.

De acordo com a Semagro - Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, os criadores de tilápia do MS exportaram 204 toneladas (em 2016) e 626 toneladas (em 2017). Em 2018, o volume de exportações da carne de tilápia chegou a 685,8 toneladas. A produção no estado passou de 17,85 mil toneladas de tilápias produzidas para 20,5 mil toneladas (dados da Peixe BR).

Se considerarmos o total de peixes produzidos no setor (em MS) em 2018, a produção passou de 25,5 mil toneladas para 25,85 mil toneladas de peixes produzidos. Com isso, o estado passou para o décimo lugar, seguindo o Paraná – com 129,9 mil toneladas; São Paulo – com 73,2 mil toneladas; Rondônia – com 72,8 mil toneladas); Mato Grosso – com 54,5 mil toneladas; e Santa Catarina - com 45,7 mil toneladas.

E não para por aí! Os criadores de tilápia mato-grossences passaram a sétimo lugar, no ranking de maiores produtores do país, seguindo o Paraná – com 123 mil toneladas; São Paulo – com 69,5 mil toneladas; e Santa Catarina - com 33,8 mil toneladas de tilápias produzidas, conforme balanço divulgado, no Anuário da Piscicultura, pela Peixe BR - Associação Brasileira de Piscicultura.

Os ótimos resultados são concernentes ao cluster (aglomeração) da piscicultura implantada no Leste do estado. Principalmente pelo aumento das empresas responsáveis pelo processamento da carne de tilápia e pela “produção de tilápias em tanques-rede - estruturas utilizadas na fase de engorda, onde os peixes permanecem até o ponto ideal de abate (após 120 dias)”, completa o especialista Augusto César.

Conheça os Livros AFE da Área Criação de Peixes.

Leia o artigo "Criação de tilápias: reversão sexual em alevinos."

Fonte: panoramadaaquicultura.com.br

Por Andréa Oliveira.

Livros Relacionados

Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede

Livro

Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede

30% DE DESCONTO
De R$ 70,00 por R$ 49,00 à vista ou em até 12x de R$ 4,08 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade