WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui e conheça nossos livros.

Projeto de uma barragem de terra: a escolha do local

Para escolher o local é preciso bom senso e segurança, afirma autor

Projeto de uma barragem de terra

O projeto de uma barragem de terra é um processo que engloba, basicamente, quatro etapas: a escolha do local onde a barragem será construída; o dimensionamento e a localização do extravasor de águas; a medição da vazão de água do curso d’água e o dimensionamento da barragem.

A escolha do local onde a barragem será construída é uma das etapas mais importantes de todo o processo, uma vez que possibilita obter ou não uma barragem segura e eficiente.

José Demerval Saraiva Lopes, autor do Livro Projeto de uma Barragem de Terra, da Aprenda Fácil Editora, pondera que “nesse momento, será preciso agir com muito bom senso e segurança, procurando encontrar um local que ofereça boas condições para a implantação da obra. Vale lembrar que o tipo de barragem, a maior ou menor facilidade com que a água acumulada virá a ser utilizada, bem como os custos de implantação são fatores diretamente influenciados pelo local onde ela será construída.”.

A partir disso, no momento de escolha do local para a construção, apresentamos detalhes que devem ser considerados:


O local onde a base da barragem de terra ficará assentada não deverá possuir muitos afloramentos de rochas nem nascentes de água. Sempre que possível, deve-se evitar solos alagados ou arenosos, dando preferência aos solos argilosos, secos e profundos;


O local deverá possuir uma garganta natural estreita para que o comprimento da barragem seja o menor possível, a fim de se obter uma redução do volume de terra necessário, e, em consequência, uma redução dos custos de construção;


Caso a barragem venha a ser construída com o objetivo de acumular água para ser utilizada em abastecimentos diversos, por meio de bombeamentos, a área do terreno que será utilizada para fazer a acumulação da água deve ser bem espraiada, ou seja, ampla e com pouca declividade. Isso permitirá que se consiga obter o volume necessário, com menor altura da barragem. Mas, caso ela venha a ser construída para elevar o nível da água até certa altura, suficiente apenas para permitir a sua utilização por gravidade, o local onde a água será represada deverá possuir uma inclinação maior, capaz de possibilitar que a água atinja o nível necessário com a menor área alagada possível. Entretanto, existem os casos, como a criação de peixes em tanques-rede, por exemplo, em que a quantidade de peixes que poderão ser cultivados depende da área alagada da represa e de uma profundidade de, pelo menos, dois metros e meio. Portanto, nesses casos, o ideal é que o local onde a água será acumulada seja amplo, espraiado e que, ao mesmo tempo, possua certa inclinação, para possibilitar a obtenção da profundidade necessária da lâmina d’água;


O local deverá ser estratégico também no que diz respeito à obtenção do material que será utilizado na construção do maciço de terra. Sempre que possível, a terra deverá ser retirada do terreno onde a água será acumulada, evitando, assim, maiores problemas de degradação ambiental. Caso isso não seja possível, será preciso considerar também a distância de onde a barragem será construída até onde a terra será retirada, lembrando que, quanto maior for essa distância, maiores serão, logicamente, os custos de transporte da mesma e, por isso, da obra como um todo;


É muito importante certificar-se de que a construção da barragem não venha a causar transtornos no futuro, tanto para o proprietário, quanto para a vizinhança. Por isso, é preciso analisar, com critério, que nos arredores do loca que será inundado não existam edificações, plantações ou estradas que correrão riscos de serem atingidas após o represamento da água. Deve-se observar, também, se nas ocasiões das cheias, quando acontecerá uma elevação do nível da água, esses locais não ficarão sujeitos a riscos de inundações;


Sempre que possível, as ombreiras, que são as laterais da garganta onde a barragem será construída, deverão oferecer condições para que o extravasor de águas seja construído fora da barragem, portanto, em terra firme, com um mínimo de corte no terreno.


 

Conheça nosso Livro Pequenas Barragens de Terra – Planejamento, Dimensionamento e Construção.

 

por Renato Rodrigues

Livros Relacionados

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Comentários

ADEI JOSE SILVA

28 de abr de 2024

Formei Recentemente. E Preciso de montar projetos de pequenas Barragens. Podem mim chamar. Via e-mail ou WhatsApp.

Resposta da Aprenda Fácil Editora

29 de abr de 2024

Olá, Adei Jose Silva! Como vai?

Agradeço sua visita em nosso site!

Em breve, um de nossos consultores entrará em contato com informações sobre o curso na área desejada. Nosso DDD é 31.

Agradeço seu contato e precisando estou à disposição.

Abraço!!

Equipe CPT

Otaviano Alves Pereira

25 de mar de 2022

Os textos são de uma linguagem clara de fácil entendimento

Resposta da Aprenda Fácil Editora

20 de abr de 2022

Olá, Otaviano! Como vai?

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo!

No link a seguir você também encontra informações sobre os cursos da empresa CPT...https://www.cpt.com.br/

Abraços!!

Karina Theodoro

João Batista ramos

24 de set de 2018

Muito esclarecedor o texto. Fiquei satisfeito com as informações. Parabéns!

Resposta da Aprenda Fácil Editora

24 de set de 2018

Olá João,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades!