Como ajudar o seu cão a latir menos

Alguns latidos é algo aceitável, mas não há nada mais desconcertante do que um cachorro que late desesperadamente

 
Cão latindo
 

Ter um cachorro como animal de estimação é um hábito comum e, muitas vezes, muito prazeroso. Criamos uma relação intensa de amor com os nossos bichinhos e nos preocupamos com eles da mesma forma que nos preocupamos com algum familiar ou amigo. Porém, essa relação também pode ser frustrante. “A principal causa de decepções e frustrações dos donos em relação a seus cães são os problemas comportamentais. Na maioria das situações, eles acontecem como um reflexo da criação equivocada e do costume humano de achar que os cães agem e pensam como pessoas.”, afirma Silvia Parisi, autora do Livro Como Entender e Adestrar Seu Cão, da Aprenda Fácil Editora.

O problema comportamental deles que mais incomoda é o hábito de latir compulsivamente, seja quando estão sozinhos ou quando ouvem qualquer barulho, por exemplo. Nesse artigo vamos dar dicas que vão ajudar o seu cãozinho a latir menos.

Assim como nós falamos, os cães latem. É normal que eles latam quando há alguém estranho em sua casa, quando ouvem um barulho diferente ou quando avistam outro cão na rua. Porém, os latidos em excesso são atordoantes e acabam incomodando muito. Entender seu cão é essencial para conseguir resolver esse problema. Apresentamos aqui dicas que poderão te ajudar tornar seu cãozinho mais calmo e menos barulhento:

- Ignore seu cão
Se o seu cão late muito pra você, querendo chamar a sua atenção, ignore-o. E, ignorar significa não olhar, não falar com ele e não tocar. A princípio, essa dica pode parecer um pouco cruel. Mas, se o seu cachorro entende que consegue a sua atenção latindo, ele pode latir cada vez mais e cada vez mais forte, mesmo que atraia sua atenção só para dar uma bronca. Gritar com ele não ajudará muito. Tente ignorá-lo completamente. Quando ele desistir de latir e se acalmar, faça carinho.

- Seja firme ao repreendê-lo
Ao dar alguma bronca no seu cão, seja por latir para alguma coisa ou por fazer alguma bagunça, seja firme. Os cães só obedecem a quem é, para eles, um líder. Se você se impõe e repreende com um “NÃO!” ou um “QUIETO!” bem firme, ele passa a aceitar que você é seu líder e, consequentemente, passa a obedecer mais aos seus comandos. Repreender de forma doce e suave, produz o efeito contrário: seu cão passará a acreditar que ele é quem detém poder sobre você.

- Não dê o que ele “pede”
É muito comum cães se agitarem na hora de “pedir” para passear. Latem, choram e ficam muito eufóricos perto do portão da rua. E, muitos donos erram, justamente quando “aceitam” seu pedido. É importante esperar que o cão se acalme e só abrir a porta quando ele estiver tranquilo. Do contrário, ele entenderá que sempre que latir, conseguirá o que quer.

- Faça algum barulho pra assustá-lo
Ao reagir a estímulos externos, como alguém passando na porta da sua casa ou até barulhos domésticos como a campainha, por exemplo, é importante que o cão aprenda que está errado. Encha alguma lata de moedas ou pedras, lacre e, quando ele estiver latindo por esses motivos, chacoalhe ou jogue perto dele. Com isso, ele assimilará que sempre que latir, um barulho desconfortável acontecerá. Outra dica que pode ser útil, é a de borrifar no focinho dele um spray com água. Porém, em alguns cães, essa dica não funciona, haja vista que eles podem pensar ser algum tipo de brincadeira.

- Entenda seu cão
Caso ele lata muito quando está sozinho, ele pode estar sofrendo de ansiedade. Em outras palavras, ele não suporta ficar sozinho. Isso acontece quando a relação dono X pet é transformada numa relação de superproteção e mimo. Que todo animal precisa de carinho, é evidente. Mas, quando eles são tratados como “bebês”, a dependência emocional se torna muito maior e qualquer separação, mesmo que de minutos, pode ser extremamente “dolorosa” para eles. Um cachorro, por mais querido que seja, deve ser tratado como um cachorro e deve ter, também, um momento “só dele”, quando ele deve descansar ou dormir, sem seu dono mimando ou fazendo carinho.

Vale ressaltar que qualquer uma dessas dicas só será válida se o dono se impõe frente ao seu cachorro. Demonstrar controle, liderança, é essencial para obter o comportamento desejado do seu bichinho de estimação. O bom relacionamento com o melhor amigo do homem pode ser extremamente recompensador!

Quer aprender a cuidar melhor do seu cachorro? Confira nossos Livros da área Tudo Sobre Cães:
Como Entender e Adestrar Seu Cão
Como Cuidar Melhor Do Seu Cachorro
Guia de Primeiros Socorros para Cães

 

por Renato Rodrigues.

Salvar

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade