Alergia alimentar em cães causada por rações

Os conservantes são os principais agentes alérgenos contidos nas rações industrializadas

Alergia alimentar em cães causada por rações

“A manutenção da boa saúde dos cães depende da nutrição adequada e de estratégias, que vençam alguns problemas concernentes à alergia alimentar causada por rações. Os conservantes são os principais agentes alérgenos, contidos nos produtos industrializados, que podem causar hipersensibilidade alimentar em cachorros”, explica Gabriela Soares Carvalho Pamplona Corte Real, zootécnica e autora do novo Livro AFE Nutrição e Alimentação de Cães e Gatos.

Quais os principais agentes alérgenos das rações?


De 10% dos cães e gatos acometidos com dermatite trofo alérgica ou hipersensibilidade alimentar 5% desses animais apresentam alergia à ração industrializada. Os principais vilões são os conservantes, além do milho, da soja, do trigo, do leite e, por incrível que pareça, da carne de aves e carne bovina. Isoladamente ou em conjunto, esses agentes alérgenos podem comprometer o trato digestivo do cão.

Quais os cães mais suscetíveis à alergia alimentar?


Embora todos os cães possam apresentar hipersensibilidade alimentar à ração, metade dos casos ocorre em filhotes (cãezinhos com menos de um ano de vida). No mais, tanto vira-latas como cães de raça estão sujeitos à alergia alimentar. Mas vale lembrar que algumas raças de cachorros são mais tendentes à dermatite trofo alérgica, como poodle, boxer, border collie e cocker spaniel.

E quanto à ração com a qual o cão está acostumado?


Até mesmo marcas de ração com as quais o cão está acostumado podem ser a causa da alergia alimentar, independentemente da época do ano e da idade do cão. Não é mera coincidência que os médicos veterinários aconselham aos tutores observar a ração. Normalmente, o cachorro consome uma determinada ração por anos e nada acontece. Quando menos se espera, a mesma ração é a causadora da hipersensibilidade.

Quais os sintomas em cães com hipersensibilidade alimentar?


Um dos sintomas iniciais em cães com hipersensibilidade alimentar é o prurido intenso, localizado em várias regiões do corpo do animal, como orelhas, face, axilas, ventre e membros. Também podem ocorrer perda do pelo, aparecimento de crostas e protuberâncias epidérmicas, vermelhidão da pele, além de ressecamento e descamação da cútis. Em 15% dos cães alérgicos, podem ocorrer diarreia, cólicas intestinais e vômitos.

Como saber se a ração é a causa da alergia?


Para saber se a ração é a causa da alergia alimentar, o tutor deve adotar a “dieta de eliminação”, que consiste em oferecer ao cão alimentos jamais consumidos. A primeira fase do tratamento deve durar aproximadamente 13 semanas. Se o pet melhorar, começa uma nova fase, com durabilidade de 14 dias. Nesse período, o animal deve consumir apenas alimentos naturais, preparados em casa. Se o cão continuar bem, o tutor deve comprar uma ração com melhor qualidade, preferencialmente com probióticos.

Conheça os Livros AFE da Área Cães e Gatos.

Leia o artigo "Intoxicação alimentar em cães: como agir?"

Fontes: saude.abril.com.br; animais.culturamix.com

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade