Criação de tilápias: reversão sexual em alevinos

No processo de reversão sexual em alevinos de tilápia, os hormônios devem ser corretamente dosados

Criação de tilápias: reversão sexual em alevinos

“Com os avanços tecnológicos na piscicultura, hoje, é possível reverter sexualmente peixes recém-eclodidos. A reversão sexual em alevinos de tilápia ocorre em um processo no qual são utilizados esteroides sexuais para manipulação do sexo. A finalidade é gerar machos da espécie para controlar a densidade populacional do tanque-rede”, afirma Augusto César Soares dos Santos, autor do Livro AFE Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede.

Vale lembrar que o processo de reversão sexual em peixes requer os conhecimentos de um especialista, que saiba dosar corretamente os hormônios, para produzir peixes vigorosos e com carne de alto padrão comercial. Quando praticada com excelência, a técnica permite que 95% dos alevinos de tilápia (machos) cheguem ao peso ideal rapidamente. Se fossem fêmeas, o mesmo não ocorreria.

Além disso, com o manejo apropriado dos alevinos de tilápia, eles são capazes de alcançar o peso esperado em até seis meses. O volume de produção depende da população de machos e fêmeas presentes no tanque-rede. Se a densidade for controlada e equilibrada, certamente serão produzidas muitas tilápias por tanque. O piscicultor não pode permitir que os tanques atinjam superpopulação.

Etapas da reversão sexual em alevinos de tilápia


1. Introdução dos machos de tilápia reprodutores em tanques (entre 200 e 2.000 m²). Recomenda-se um macho para três fêmeas (em 2 m²).

2. No fundo tanque, o macho de tilápia escava um ninho, para depósito dos ovos da fêmea de tilápia, após o acasalamento.

3. Em seguida, o macho fertiliza os ovos para gerar os alevinos de tilápia. Nascem até 1.000 alevinos por postura.

4. Após o nascimento, os alevinos (com cerca de 8 mm) são selecionados. No processo, eles passam por peneira de malha de 2,8mm (os pequeninos são descartados).

5. A reversão sexual dos alevinos de tilápia deve ocorrer entre o 7° e o 18° dia de vida (período em que ainda não se desenvolveram sexualmente).

6. A carga hormonal masculinizante é fornecida aos alevinos, em ração formulada com metiltestosterona, ministrada entre 30 e 40 dias, de seis a nove vezes ao dia.

7. Após esse tempo, devem ser descartados os alevinos de tilápia com tamanho inferior a 14mm, pois provavelmente não sofreram reversão sexual.

Conheça os Livros AFE da Área Criação de Peixes.

Leia o artigo "Quer iniciar criação de tilápias em tanques-rede? Veja como regularizar o negócio."

Fonte: tecnologiaetreinamento.com.br

Por Andréa Oliveira.

Livros Relacionados

Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede

Livro

Tilápia: Criação Sustentável em Tanques-Rede

30% DE DESCONTO
De R$ 70,00 por R$ 49,00 à vista ou em até 12x de R$ 4,08 sem juros no cartão + frete
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

Receba Mais Informações

Se preferir, clique aqui e mande-nos um WhatsApp.
A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2019. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-254
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade