Irrigação por Aspersão Convencional

Esta obra traz, em detalhes, as principais informações a respeito da irrigação por aspersão convencional, uma das mais importantes técnicas de produção agrícola, a qual possibilita fornecimento de água para as culturas no momento certo e na quantidade adequada. Para tanto, no livro são discutidas noções de armazenamento da água no solo e como ela é absorvida pelas plantas durante o ciclo vegetativo; qual é a importância da irrigação e como ela deve ser conduzida; quais são os componentes e as características do sistema de irrigação e como esse sistema deve ser operado para que a irrigação seja realizada para complementar a água das chuvas de forma que as plantas não sofram estresse hídrico.

R$ 76,00 à vista ou em até 10x de R$ 7,60 sem juros no cartão + frete
Código: 1372
Disponibilidade: Imediata

Formas de pagamento
Formas de pagamento

A irrigação pode ser considerada como sendo uma das mais importantes técnicas de produção agrícola, uma vez que ela possibilita o fornecimento de água para as culturas no momento certo e na quantidade adequada. A irrigação por aspersão convencional, em particular, é a mais utilizada no Brasil pelo fato de se adaptar muito bem para a maioria das culturas e diferentes condições topográficas. Ela é, por isso, uma das maiores responsáveis pela obtenção dos benefícios que a agricultura irrigada proporciona.

Mas, para que tais benefícios sejam alcançados, é necessária a compreensão da relação solo-planta-água. O produtor rural precisa ter muito claro como a água fica armazenada no solo; como ela é absorvida pelas plantas durante o ciclo vegetativo; qual é a importância da irrigação; como ela deve ser conduzida; quais são os componentes e as características do sistema de irrigação; e como esse sistema deve ser operado para que a irrigação seja realizada para complementar a água das chuvas de forma que as plantas não sofram estresse hídrico.

Esses são os assuntos tratados em detalhes neste livro, que tem como objetivo disponibilizar as principais informações a respeito da irrigação por aspersão convencional tanto para o produtor rural como para o pessoal de nível técnico.
INTRODUÇÃO
1. Histórico da irrigação por aspersão no Brasil
2. Importância da irrigação
3. Alertas
4. Objetivos

1. A ÁGUA
1.1 Principais fontes de água
1.2. Qualidade da água
1.3. Classificação da água de irrigação
1.4. Coleta de amostras de água
1.5. Preservação e armazenamento das amostras
1.6. Questões legais para o uso da água
1.7. Medição de vazão

2. O SOLO
2.1. Composição física do solo
2.2. Granulometria do solo
2.3. Profundidade do solo

3. EVAPOTRANSPIRAÇÃO DAS CULTURAS
3.1. Obtenção do coeficiente da cultura (kc)
3.2. Determinação da evapotranspiração de referência (ETo)
3.3. Determinação da evapotranspiração da cultura (ETc)

4. PARÂMETROS DA IRRIGAÇÃO
4.1. Umidade do solo
4.2. Taxa de infiltração de água do solo
4.3. Densidade do solo
4.4. Disponibilidade total de água no solo
4.5. Profundidade efetiva do sistema radicular das plantas
4.6. Capacidade total de água
4.7. Umidade mínima
4.8. Capacidade real de água no solo
4.9. Eficiência de irrigação e de aplicação de água
4.10. Lâmina de irrigação
4.11. Turno de rega

5. COMPONENTES DOS SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO
5.1. Válvula de pé com crivo
5.2. Tubulação de sucção
5.3. Curva de 90º
5.4. Redução concêntrica
5.5. Base e motobomba
5.6. Comando de proteção de motores elétricos
5.7. Ampliação concêntrica
5.8. Registro de gaveta (válvula de gaveta)
5.9. Válvula de retenção
5.10. Tubulação de recalque
5.11. Casa de bomba
5.12. Linha principal
5.13. Engate rápido
5.14. Hidrante ou válvula de linha
5.15. Cotovelo de derivação e curva de nivelamento
5.16. Linha lateral.
5.17. Elementos de controle de pressão
5.18. Válvula de engate para tubo de subida do aspersor
5.19. Tudo de subida do aspersor
5.20. Reguladores de pressão
5.21. Aspersores
5.22. Tripé
5.23. Tampão
5.24. Automatização

6. SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO CONVENCIONAL
6.1. Descrição dos sistemas de irrigação por aspersão convencional

7. EXEMPLO DE DIMENSIONAMENTO

ANEXO

REFERÊNCIAS
Autor: JOSÉ DERMEVAL SARAIVA LOPES

Engenheiro Agrícola formado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) no ano de 1992. De 1992 a 1993 se especializou em Mecanização Agrícola na Embrapa/CNPMS, Sete Lagoas - MG. No período de 1995 a 1996 foi professor substituto no Departamento de Engenharia Agrícola da UFV. Em 1996, concluiu o Mestrado em Engenharia Agrícola na mesma instituição.
Em 1997, assumiu um dos cargos de Diretor de Produção no Centro de Produções Técnicas (CPT), função que exerce até hoje. Durante este tempo, desenvolveu vários projetos nas áreas da Engenharia Agrícola (Água na Agricultura, Armazenamento, Construções Rurais, Energia Alternativa, Eletricidade na Fazenda, Saneamento) e outros. É autor dos livros Cerca Elétrica - Equipamentos, Instalação e Manejo e Pequenas Barragens de Terra - Planejamento, Dimensionamento e Construção, ambos editados pela Aprenda Fácil Editora nos anos de 2000 e 2005, respectivamente.

FRANCISCA ZENAIDE DE LIMA

Bacharel em Meteorologia formada em 1987 pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). No período de 1988 a 1990 fez os seguintes cursos de especialização: Aproveitamento de Recursos Hídricos, pela UFAL; Meteorologia Tropical, pela Universidade Federal do Pará (UFPA), sendo este último realizado em convênio com a Organização Mundial de Meteorologia.
Em 1995, concluiu o curso de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola na Universidade Federal de Viçosa (UFV), em nível de Mestrado; e em 2002, concluiu o Doutorado em Engenharia Agrícola, na área de Irrigação e Drenagem, também pela UFV.
Em 2007 concluiu o Pós-Doutorado em Meteorologia, pela UFV, na área de Interações Atmosfera-Biosfera-Hidrosfera com ênfase em pesquisa em Mudanças Climáticas.
É segunda autora do livro Pequenas Barragens de Terra - Planejamento, Dimensionamento e Construção, editado pela Aprenda Fácil Editora em 2005.

FLÁVIO GONÇALVES OLIVEIRA

Natural de Montes Claros - MG, formou-se no curso técnico em agropecuária, em 1987, no Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em 2002, formou-se em Engenharia Agrícola, concluindo o mestrado em 1995 e o doutorado em 2006, em Engenharia Agrícola, com área de concentração em Irrigação e Drenagem, pela Universidade Federal de Viçosa.
Trabalhou de 1996 a 1997 como projetista de irrigação e de 1997 a 2002 em escritório de planejamento agropecuário, sendo o responsável pelo setor de análise de projetos de irrigação. Elaborou inúmeros projetos de irrigação, com planejamento de sistemas implantados em Angola, na África. Atua também nas áreas de avaliação de sistemas de irrigação e manejo de irrigação, com fins de racionalização de água e energia na agricultura.
Foi professor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) de 1999 a 2004. Desde 2004 é professor do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG nas áreas de projetos agropecuários, hidráulica, irrigação e drenagem.
Editora: Aprenda Fácil Editora
ISBN: 978-85-8366-074-3
Impressão: Capa colorida e figuras coloridas. Formato do livro: 16 x 23 cm.
Número de Páginas: 343

Receba Mais Informações

A Aprenda Fácil Editora garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Sugestões de Cursos CPT para otimizar o seu negócio

Livro: Irrigação por Aspersão Convencional

Irrigação por Aspersão Convencional

Comprar
R$ 76,00 à vista ou em até 10x de R$ 7,60
sem juros no cartão.
Fechar
Fique por dentro das novidades! (Artigos, notícias, dicas, promoções e muito mais)

Aprenda Fácil Editora © 2002 - 2017. Todos os direitos reservados
Rua Dr. João Alfredo, 130, Ramos - Viçosa - MG / CEP: 36570-000
CNPJ: 05.052.622/0001-87

Empresa Genuinamente Brasileira
Atendimento Online
Quer Facilidade